sexta-feira, 8 de maio de 2009

A importância do Evangelho no Lar

Em nossa última enquete, 93% dos blogueiros que acessaram nosso blog responderam que fazem regularmente o culto do Evangelho no Lar. Isso é ótimo! Para quem deseja saber mais sobre a importância dessa prática cristã, leia as orientações abaixo e divulgue com seus amigos e parentes. Não importa a religião, o importante é cultivar a mensagem de Jesus em nossos lares.


Finalidades

1. Estudar o Evangelho de Jesus, à luz do Espiritismo, o qual nos possibilita entendê-lo em "espírito e verdade", facilitando, assim, pautar nossas vidas segundo a vontade de Deus.
2. Criar em todos os lares, o hábito salutar de reuniões evangélicas, para que os mesmos despertem e acentuem o sentimento de fraternidade, que deve existir em cada criatura.
3. Pelo momento de paz e compreensão que o Evangelho no Lar oferece, une mais as pessoas e proporciona-lhes uma vivência mais tranquila.
4. Tornar o Evangelho melhor compreendido e exemplificado.
5. Proteger os lares de influências espirituais negativas, higienizando-o pelos nossos pensamentos e sentimentos elevados, possibilitando assim, a ajuda dos Mensageiros do Bem.
6. Facilitar no lar e fora dele, o amparo necessário para enfrentar as dificuldades materiais e espirituais, mantendo os princípios da oração e vigilância dos pensamentos e sentimentos.
7. Elevar o padrão vibratório dos componentes do lar, a fim de que ajudem, com mais eficiência o Plano Espiritual na obtenção de um mundo melhor.


Roteiro

1. Escolher um dia e uma hora da semana em que seja possível a presenca de todos os elementos da família, ou a maior parte deles. Observar rigorosamente esse dia e essa hora da reunião, para facilitar a assistência espiritual.

2. Depois de providenciar uma jarra ou copos com água para fluidificar, e tendo o local preparado (silêncio ou música suave), iniciamos, na hora marcada, com uma leitura de trecho de uma mensagem. Sugestão de livros: Pão Nosso, Caminho, Verdade e Vida e Vinha de Luz.

3. Em seguida fazer uma prece simples e espontânea dirigida à Deus, em que, mais que as palavras, tenham valor os sentimentos, não devendo, portanto, ser decorada.

4. Fazer a leitura do Evangelho Segundo o Espiritismo.

5. Fazer comentários breves sobre o trecho lido, buscando a essência dos ensinamentos de Jesus, para aplicação na vida diária, evitando comentários de desdouro às religioes ou pessoas e, também, não mater conversação menos edificante.

6. A reunião pode ser dirigida por qualquer pessoa da casa, de preferência pela que tiver mais conhecimentos doutrinários, a qual caberá incentivar a participação de todos e tornar as lições fáceis de serem compreendidas.

7. Em seguida, convida-se os participantes a fazerem um recolhimento interior (silêncio interior, afastando as preocupações , e fechando os olhos, bem relaxados).


Observações importantes

* O culto do evangelho não é trabalho mediúnico. Assistência espiritual e trabalho mediúnico devem somente ser realizados em Sociedade Espírita idônea.

* Sugere-se não ultrapassar 30 minutos.

* Não suspender a prática do Evangelho em virtude de visitas, passeios adiáveis, ou acontecimentos fúteis.

* Crianças só poderão participar quando tiverem idade ou amadurecimento suficientes para acompanhar a reunião sem fadiga ou inquietação. Elas podem colaborar ativamente segundo a sua capacidade, quer nas preces, comentários ou leituras.

* Os lares cristãos são refúgios sagrados para os membros da comunidade e o Evangelho no Lar é um recurso de extraordinária importância, de que se utiliza o Plano Espiritual para sustentar o trabalho de evangelização da humanidade e proteção da família.

* Por sua grande importância, esse trabalho é especialmente visado pelos espíritos inferiores, que procuram interferir pra impedir sua expansão, sendo necessário perseverança e fé para sua continuidade e preservação.

3 comentários:

  1. Gosto muito da prática do Evangélio no Lar!. Faço o meu sozinho(encarnado), pois, minha família é protestante(Batista). Quem realiza o Evangélio no Lar, esta realizando o Bem, doando palavras de esclarecimentos aos leigos, diluindo dúvidas e dando a oportunidade, aos outros, do conhecimento da Boa Nova do Mestre Jesus. Sem falar no prazer de sentir a energia Divina que harmoniza o ambiente, desprendida pelos colaboradores do Evangélio e pelo próprio Mestre Jesus.

    Feliz é aquele que entendeu o propósito do Evangélio no Lar!

    Paz para todos...

    Luciano Medeiros

    ResponderExcluir
  2. sempre faço o evangelho no lar, pois ele nos beneficia espiritualmente e reune a família num
    propósito maior que é o aprendizado do evangelho.

    ResponderExcluir
  3. Fernando Antonio de Barros Lins7 de junho de 2009 12:27

    Estou sempre com a intenção máxima em fazer o Evangelho no lar, porque sei que é indispensável para a manutenção da luz do Cristo em nossas existências. Confesso que,às vezes esqueço, e com isso, faço no turno da noite.

    ResponderExcluir

Participe com seu comentário